quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Revista Carta Capital - O Começo da Terceira Intifada

A paciência do povo palestino está praticamente esgotada e motivos não faltam. Entre os principais, o desprezo do governo de Benjamin Netanyahu pelas negociações de paz cobradas pela comunidade internacional, a segregação cada vez maior dos palestinos, as tentativas de cassar os direitos políticos dos árabes israelenses, o crescimento do extremismo e do terrorismo dos colonos judeus da Cisjordânia e a impunidade de seus milhares de agressões anuais a palestinos e suas propriedades que culminaram com o ataque de 31 de julho no qual a família palestina Dawabsha morreu queimada.

A vitória simbólica representada pelo hasteamento da bandeira palestina em frente à sede da ONU pouco ajuda o fragilizado governo de Mahmoud Abbas, cujas receitas estão sujeitas à retenção arbitrária de Israel e está sendo pressionado pelo Banco Mundial e Fundo Monetário Internacional a cortar até as despesas de saúde.

Leia a reportagem completa Aqui.