terça-feira, 6 de outubro de 2015

Modelo de Gestão de Resíduos Sólidos de Itu continua a ser destaque pelo mundo

A partir desta terça-feira, dia 6, a cidade de Itu será representada em Quito, capital do Equador, no Fórum Internacional de Cidades Inteligentes e Sustentáveis, evento que marca a Semana da Sustentabilidade do Município de Quito. Além de preceder a 21ª Conferência do Clima – COP 21 – com sede em Paris, que ocorrerá em dezembro, com a presença do prefeito Tuíze.

No dia 7, quarta-feira, o chefe do Poder Executivo vai apresentar painéis sobre a gestão de resíduos sólidos aos líderes internacionais, exemplo a ser seguido em todo o mundo. No mês passado o prefeito esteve na Bahia para, novamente, apresentar o modelo de gestão de resíduos sólidos no ENIC (Encontro Nacional da Indústria da Construção). O tema discutido foi “Brasil mais eficiente, País mais justo”, onde foram abordados subtemas como meio ambiente, sustentabilidade, mercado imobiliário, desenvolvimento urbano, formação de preços em obras públicas, concessões e PPPs (Parcerias Público-Privadas). Mais de 1500 participantes e 80 debatedores puderam conhecer o modelo ituano.

Após anos de discussões, pesquisas e análises, o Plano Municipal De Gestão Integrada De Resíduos Sólidos de Itu, elaborado em 2009, foi o ‘start’ de grandes mudanças para a cidade. Desde então, testes e aprimoramentos, tanto nas equipes – mão de obra – quanto na tecnologia, tornaram o modelo de gestão de resíduos sólidos ituano um exemplo na região, no Estado, no País e, podem acreditar, no mundo. Em 2011, tal modelo foi escolhido para ser apresentado em Guanajuato, no México, não só por ser inovador, mas também por ser um projeto de Parcerias Público-Privadas, afinal esse era o foco do Fórum Internacional, ‘PPPAméricas’.

A cidade se tornou um ícone quando o assunto é inovação em limpeza. Mas, mesmo assim, há situações em que a limpeza de ruas e bairros não é tão satisfatória, por ser uma via de duas mãos. Isto é, depende também da população, da educação de cada um em preservar sua rua, seu bairro e sua cidade em relação ao lixo. A conscientização é primordial! Tanto que, em agosto deste ano, o Rotary Club Itu foi palco de uma palestra ministrada pelo prefeito Tuíze - "Parceria Público-Privada - Serviços de Coleta e Destinação Final de Resíduos Sólidos". Veja mais detalhes aqui.

Ainda em 2015, o Plano de Gestão Integrada foi aplaudido no sul do Brasil, em Canela, Rio Grande do Sul. Dá para ver que está fazendo sucesso, e o mais importante, trazendo resultados positivos para as cidades e ao meio ambiente.

Vale lembrar que o modelo inicial, aquele elaborado em 2009, já era utilizado na gestão ambiental de outros países como Alemanha, França, Espanha, Inglaterra, Finlândia e Suíça. Mas, Antonio Luiz Carvalho Gomes (Tuíze), na época secretário de Administração do ex-prefeito Herculano Passos Júnior, defendia melhorias aos aterros sanitários tradicionais e detalhou suas metas: criar um sistema em que os resíduos retornem à cadeia produtiva, transformando-os em energia elétrica, assim gerando receiras e crédito de carbono, 100% de coleta mecanizada e conteinerizada, caminhões campactadores com motorização eletrônica à biodiesel, com capacidade de até 19 metros cúbicos. Boa parte das metas foram atingidas, mais de 80%.


O sistema de Gestão de Resíduos Sólidos de Itu também foi reconhecido em diversas mídias nacionais impressas, entre os renomados estão Revista Exame e o jornal O Estado de São Paulo. Já na mídia televisiva o destaque foi no Jornal Nacional, da Rede Globo.



Apresentação dos caminhões de coleta mecanizada



Equipamento de Varrição



Coleta Mecanizada